Receba nossas notícias em seu e-mail:

Retenções de PIS/COFINS/CSLL não tem mais limite de R$ 5 mil na nota!

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp

Esta veio do amigo Fernando, contador:

Bom dia Senhores!
Com a alteração dada pela LEI Nº 13.137, DE 19 DE JUNHO DE 2015., atividade que
estejam no ROL das atividades obrigadas a retenção (PIS/COFINS/CSLL) e fature
acima de R$ 215,05, deverá realizar/sofrer a retenção dos referidos Tributos!
Embasamento Legal:

LEI Nº 13.137, DE 19 DE JUNHO DE 2015.

Art. 24.  Os arts. 31 e 35 da Lei no 10.833, de 29 de dezembro de 2003,
passam a vigorar com as seguintes alterações:

“Art.
31.  ………………………………………….

………………………………………………………………………..
§ 3o  Fica dispensada a retenção de
valor igual ou inferior a R$ 10,00 (dez reais), exceto na hipótese de Documento
de Arrecadação de Receitas Federais – DARF eletrônico efetuado por meio do
Siafi.

LEI No 10.833, DE 29 DE DEZEMBRO DE 2003.  
Art.
31. O valor da CSLL, da COFINS e da contribuição para o PIS/PASEP, de que trata
o art. 30, será determinado mediante a aplicação, sobre o montante a ser pago,
do percentual de 4,65% (quatro inteiros e sessenta e cinco centésimos por
cento), correspondente à soma das alíquotas de 1% (um por cento), 3% (três por
cento) e 0,65% (sessenta e cinco centésimos por cento), respectivamente.

        § 1o As alíquotas de 0,65% (sessenta e
cinco centésimos por cento) e 3% (três por cento) aplicam-se inclusive na hipótese
de a prestadora do serviço enquadrar-se no regime de não-cumulatividade na
cobrança da contribuição para o PIS/PASEP e da COFINS.

        § 2o No caso de pessoa jurídica
beneficiária de isenção, na forma da legislação específica, de uma ou mais das
contribuições de que trata este artigo, a retenção dar-se-á mediante a
aplicação da alíquota específica correspondente às contribuições não alcançadas
pela isenção.

        § 3o É dispensada a retenção para
pagamentos de valor igual ou inferior a R$ 5.000,00 (cinco mil reais). (Incluído
pela Lei nº 10.925, de 2004)
 (Vide
Lei nº 10.925, de 2004)
       
§ 4o Ocorrendo
mais de um pagamento no mesmo mês à mesma pessoa jurídica, deverá ser efetuada
a soma de todos os valores pagos no mês para efeito de cálculo do limite de
retenção previsto no § 3o deste
artigo, compensando-se o valor retido anteriormente. (Incluído
pela Lei nº 10.925, de 2004)
 (Vide
Lei nº 10.925, de 2004)
§ 3o  Fica dispensada a retenção de
valor igual ou inferior a R$ 10,00 (dez reais), exceto na hipótese de Documento
de Arrecadação de Receitas Federais – DARF eletrônico efetuado por meio do
Siafi. (Redação
dada pela Lei nº 13.137, de 2015)
Contribuição: Marcelo Henrique da Silva.
Atenciosamente,

Descrição: HB Móveis
Fernando Alves Martins
Descrição: filete

Deixe um comentário