Jornada 12×36: não cometa erros!

A Reforma Trabalhista – Lei 13.467/2017 – trouxe muitas alterações, porém uma que teve bastante destaque foi a regulamentação da jornada 12×36.

Por muitos anos esse regime de jornada de trabalho, onde o empregado trabalha por 12 horas seguida de 36 horas de descanso, já era adotado por várias categorias de trabalho, principalmente pela área médica e de segurança privada.

Na prática mesmo autorizado por Convenção Coletiva de Trabalho as empresas que empregavam esse regime sofriam condenações ao pagamento de horas extras, tendo em vista a enorme insegurança jurídica ocasionada por ele.

Certificacao Master Trabalhista

Assim, a Reforma Trabalhista veio com o propósito de regularizar e proporcionar maior proteção jurídica aos empregadores que implementarem aos seus empregados a jornada 12×36.

Certificacao Master Trabalhista

Nesse  tipo de jornada o maior causador de processos trabalhistas é o registro incorreto, o empregador deve estar atendo que o empregado que exerce essa jornada tem direito ao descanso intrajornada, conforme determinado no Artigo 71 da CLT:

Art. 71 – Em qualquer trabalho contínuo, cuja duração exceda de 6 (seis) horas, é obrigatória a concessão de um intervalo para repouso ou alimentação, o qual será, no mínimo, de 1 (uma) hora e, salvo acordo escrito ou contrato coletivo em contrário, não poderá exceder de 2 (duas) horas.
(…)
§ 4º A não concessão ou a concessão parcial do intervalo intrajornada mínimo, para repouso e alimentação, a empregados urbanos e rurais, implica o pagamento, de natureza indenizatória, apenas do período suprimido, com acréscimo de 50% (cinquenta por cento) sobre o valor da remuneração da hora normal de trabalho. (Redação dada pela Lei nº 13.467, de 2017) (Vigência)

 

E também muita atenção com relação as horas extras, a gestão deste tipo de jornada deve ser cautelosa, pois a ocorrência de horas extras com regularidade pode invalidar esse tipo de jornada e com isso, a empresa poderá ser condenada ao pagamento de labor extraordinário além da 8ª hora diária, ou seja, para cada dia que se utilizou a jornada 12 x 36, seria no mínimo considerado 4 (quatro) horas extras.

Se você tem dúvidas sobre a jornada 12×36 fique atento! 

Vem aí o Workshop DP na prática!!!  

Tudo que você precisa saber para ser um profissional qualificado dentro do Departamento Pessoal, em um só lugar.

O workshop é um evento GRATUITO, 100% ONLINE e com CERTIFICADO, que acontecerá do dia 14 à 20 de outubro, às 9h, e será ministrado pelas Professoras Gabriela Petri e Iris Caroline. 

Clique aqui e inscreva-se agora mesmo. 

Marque na sua agenda para não perder!! 

Um abraço,                

Marileisa Gonçalves – Analista de Conteúdo Nith Treinamentos.           

Fica autorizada a publicação e o compartilhamento desde que citadas autora e fonte: www.zenaide.com.br      

   

 

Publique seu artigo

Marileisa Gonçalves

Há 8 anos na área de departamento pessoal, atua como Analista de Conteúdo na Nith Treinamentos. Marileisa é Bacharel em Administração pela Univali e Especialista em eSocial pela Nith Treinamentos. Apaixonada por compartilhar conhecimentos e informações sobre a área trabalhista, dedica seu tempo em procurar o que há de mais novo para te entregar em primeira mão.

Deixe uma resposta

Fechar Menu