ESTÁ SEM TEMPO? BAIXE AQUI O ARTIGO PARA LER DEPOIS

Você sabe quais são os direitos do empregado na demissão sem justa causa? Tanto para os empregados há mais de um ano quanto para aqueles que trabalham a menos de um ano?

E quais são os reflexos da Medida Provisória 936 numa demissão sem justa causa? Principalmente, se essa demissão acontece nesse momento em que o trabalhador tem estabilidade devido à suspensão do contrato de trabalho ou à redução de salário aliada à redução de carga horária também.  

Já sabemos que a demissão sem justa causa é uma das mais comuns dentro da rotina de um Departamento Pessoal. Mas, vamos entendê-la melhor, nesse artigo, e esclarecer algumas dúvidas que ainda existem sobre esse tema. Preparados? Então, vamos lá!

nithflix

Demissão sem justa causa: quais os direitos do empregado?

nithflix

A dispensa sem justa causa ocorre quando o empregador decide demitir o funcionário sem um motivo justo ou que seja resultado de algo errado que o empregado tenha feito e que justifique sua demissão.

Geralmente, a demissão sem justa causa é feita por falta de demanda no trabalho ou por motivos administrativos e financeiros da empresa empregadora.

Mas, mesmo nessa situação de demissão sem justa causa, o empregado tem seus direitos básicos assegurados pela lei trabalhista e vamos explicar quais são eles:

<iframe width="560" height="315" src=

  •       Saldo de Salário (proporcional aos dias trabalhados)

Imagine que o empregado seja desligado da empresa no dia 25 do mês de maio. Se o aviso prévio tiver sido pago pela empresa, esse empregado irá receber um saldo de salário por esses 25 dias trabalhados mais todas as outras remunerações proporcionais, como descanso remunerado.

  •       Salário Família (proporcional aos dias trabalhados)

Se o empregado tiver direito à cota deste benefício é preciso atentar para o fato de que apenas nos meses de admissão e de demissão do empregado, o salário família é pago proporcional aos dias trabalhados.

  •       Férias Vencidas + 1/3 Constitucional (Fixo + Variável)

Este direito serve apenas para o empregado que já tem mais de 1 ano trabalhando na empresa e ainda não gozou destas férias. E, neste caso, é importante ressaltar que os cálculos são feitos sobre o valor atual do salário atual do empregado.

  •       Férias Proporcionais + 1/3 Constitucional (Fixo + Variável)

Será pago tanto para o empregado que já tenha mais de um ano de trabalho na empresa quanto para aquele que ainda não completou os 12 meses de trabalho. Em ambos os casos acrescenta-se os valores referentes ao 1/3 Constitucional.

  •       Décimo Terceiro salário proporcional (fixo + variável)

Também será pago proporcionalmente aos meses trabalhados pelo empregado. Vamos ressaltar que para o empregado ter direito a 1 avo é preciso que ele tenha trabalhado, no mínimo, 15 dias, ou mais dentro do mês.

  •       FGTS 8% na rescisão

O empregador vai recolher 8% do valor de FGTS (Fundo de Garantia sobre o Tempo de Serviço) sobre todas as verbas rescisórias.

  •       Multa de 40% sobre o saldo para fins rescisórios

O saldo que o empregado tiver na conta vinculada da Caixa Econômica Federal, na qual a empresa fez os depósitos dos 8% sobre a remuneração do trabalhador. O saldo já estará com o valor atualizado pela Caixa Econômica Federal e sobre ele será acrescido o índice de 40% a ser pago para o empregado demitido.

  •       Aviso Prévio indenizado 30 dias

Este é um dos primeiros procedimentos para o qual o Departamento Pessoal precisa se atentar. Tão logo o empregador peça o desligamento de um funcionário da empresa, os profissionais do DP precisam saber se essa demissão será feita sobre o Aviso Prévio trabalhado ou indenizado.

Se for trabalhado, é necessário avisar o empregado sobre o aviso prévio de 30 dias, que começa a ser contado a partir do dia seguinte da comunicação feita ao empregado.

Se for indenizado, os valores referentes a este direito serão pagos na rescisão do empregado.

  •       Aviso Prévio trabalhado com opção de redução de duas horas por dia ou de sete dias no aviso

Se o empregado tem mais de um ano completo na empresa, ele tem o direito de ter três dias a mais por ano completo para fins de pagamento do aviso prévio indenizado.

Então, poderá ser pago um aviso prévio de 33, 36, 39 dias… até o limite máximo de 90 dias!

Depois que todas as verbas rescisórias forem apuradas e calculadas existe um prazo para o pagamento ser feito pela empresa ao empregado. Desde a Reforma Trabalhista, existe apenas um prazo para que este pagamento seja feito.

Mas podemos ter outros prazos para o pagamento por conta dos acordos ou convenção coletiva de trabalho que, porventura, venham a ser mais benéficas ao trabalhador.

demissão sem justa causa 2

Primeiramente, a empresa/empregador precisa entregar ao empregado todos os documentos que comprovem a comunicação da extinção do contrato de trabalho.

E, depois, num segundo momento, o pagamento de todas as verbas rescisórias ao empregado num prazo de até 10 dias, contados a partir do encerramento do contrato de trabalho.

 E se a empresa/empregador não cumprir com esse prazo, mesmo que seja apenas um dia de atraso no pagamento da rescisão, terá de pagar multa de 1 salário ao empregado.

Essas informações estão sendo úteis para você? Então, temos muito mais! Continue nos acompanhando por aqui. Estamos sempre trazendo artigos sobre os mais diversos assuntos ligados às áreas trabalhista, contábil e de Recursos Humanos.

E se você quiser saber outras dicas práticas e objetivas sobre esse tema e, assim, se destacar na área na qual você atua, acesse nossa LIVE aqui.

 Aproveite também e conheça o site da Nith Treinamentos e todos os cursos online que ela oferece para quem quer aprender com quem entende e tornar-se um profissional de destaque no setor em que atua.

 Fique atento às nossas redes sociais, pois sempre trazemos as principais novidades sobre o que está acontecendo neste período de calamidade pública no nosso país.

Aqui no blog da Nith Treinamento trazemos sempre assunto da atualidade, novidades, tendências, dicas e muitos outros assuntos.

Siga-nos no Facebook, no Instagram e se inscreva no nosso canal da Nith Treinamentos, no Youtube. Para mais informações e notícias, clique aqui e faça parte do canal do telegram da Nith e receba conteúdos e notícias exclusivas. E fique ligada que vem aí o workshop DP e eSocial avançado.

Nossa equipe está ansiosa para compartilhar mais detalhes sobre esse evento, que será 100% online e 100% gratuito. Fique de olho nas nossas redes sociais que em breve você vai saber exatamente como participar.

Publique seu artigo

Deixe uma resposta

Fechar Menu