Receba nossas notícias em seu e-mail:

GFIP extinta em 2014? Quero ver!!!!

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp

A notícia abaixo foi publicada pelo Correio Braziliense e replicada pelo Sescon Floripa:

Gfip pode ser extinta em 2014

A tão esperada reforma tributária necessária para colocar o Brasil nos trilhos do crescimento é discutida há mais de 20 anos, mas não consegue avançar. Enquanto o tema permanece emperrado pelos reveses da política, outro caminho para a simplificação dos tributos está sendo trilhado a passos rápidos dentro do governo. A revolução branda pela qual trabalha o Fisco prevê a eliminação de obrigações contábeis complexas, como a declaração de débitos previdenciários, cujo manual de explicações tem nada menos que 198 páginas, e a criação de um moderno sistema de controle eletrônico que vai reunir as informações fiscais declaradas à Receita Federal.
Conforme antecipou ao Correio o subsecretário de Arrecadação e Cobrança do órgão, Carlos Roberto Occaso, o primeiro passo desse projeto é extinguir, a partir de 2014, a Guia de Recolhimento do Fundo de Garantia do Tempo de Serviço (Gfip). Atualmente, cerca de oito milhões de pessoas jurídicas, de pequeno e grande portes, são obrigadas a preencher o documento. A obrigatoriedade vem desde a época em que a cobrança dos débitos trabalhistas era feita pela Secretaria da Receita Previdenciária, extinta em 2005.
 
————
Comentário da Zê:
 
O jornal online remete para a leitura no jornal impresso, ao qual eu não tive acesso. Porém, é temeroso dar tal notícia sem analisar todo o contexto. Está se “avizinhando” a nova obrigação EFD-Social (ou Sped-Folha), sobre a qual eu já venho falando dentro do curso de GFIP. A EFD-Social – que pretende eliminar GFIP, RAIS, CAGED, DIRF e outras obrigações ainda nem entrou em vigor (previsão de início de vigência para janeiro de 2014, caso até junho sejam publicados o leiaute e o manual). Porém, mesmo que inicie em janeiro de 2014, não haverá segurança quanto as informações, de forma que até mesmo o sr. Samuel Krueger (coordenador da EFD-Social) já divulgou que de início a EFD-Social será MAIS UMA OBRIGAÇÃO, não eliminando nenhuma outra, imediatamente.
 
Assim, gostemos ou não, RARAMENTE a GFIP vai acabar em 2014. E vamos nos preparando para a EFD-Social até lá!
 
Bom dia, bom início de semana!
 

Deixe um comentário