Você conhece o evento S-1010 do eSocial? É a temida tabela de rubricas.  

No evento S- 1010 do cronograma do eSocial é necessário enviar informações das rubricas constantes na folha de pagamento do empregador, que permitem a conexão desses dados com os da tabela 3 (Natureza das Rubricas da Folha de Pagamento do eSocial).  

As informações fixadas desta tabela são utilizadas na validação dos eventos que envolvem a remuneração dos trabalhadores 

Para realizar o envio desses dados, é preciso já ter feito o cadastro completo das Informações do evento S-1000 (Empregador/Contribuinte/Órgão Público), e no caso de existirem processos, o envio deverá ser efetuado depois do evento S-1070 (Tabelas de Processos Administrativos/Judiciais). 

Na hipótese de uma rubrica ser criada, alterada ou excluída posteriormente a implantação, deve ser enviado novamente esse mesmo evento, contendo as novas informações.  

nithflix

Em questão de prazos, é obrigatório que o evento de tabela de rubricas seja enviadantes dos eventos relacionados à remuneração do trabalhador, que incluem:  

  • S-1200 – Remuneração de Trabalhador vinculado ao Regime Geral de Previdência Social; 
  • S-1202 – Remuneração de servidor vinculado a Regime Próprio de Previdência Social; 
  • S-1207 – Benefícios previdenciários;
  • S-2299 – Desligamento; 
  • S-2399 – Trabalhador sem Vínculo de Emprego/Estatutário – Término. 

Os dois últimos eventos se referem as rubricas pagas na rescisão.  

nithflix

O empregador tem que ficar atento a existência de rubricas informativas, que incorporam a remuneração exclusivamente para fins de cálculos dos valores a serem recolhidos ao FGTS e a parte patronal da contribuição previdenciária, em casos especiais.

Outro cuidado que o empregador deve ter, é sempre garantir que suas tabelas de rubricas estejam nomeadas no campo identificador (ideTabRubrdeste evento.  

É preciso ter sempre em mente que esse evento armazena informações de forma histórica, por esse motivo não pode haver dados diferentes para a mesma rubrica e o mesmo período de validade. 

Se ocorrer alguma alteração nos dados de alguma rubrica, é preciso enviar um novo evento com novo período de validade. 

Formação do código da rubrica 

Toda rubrica que é fornecida para o eSocial origina um código criado pelo sistema que é formado da seguinte forma 

SE (representando Sênior) + Identificação da empresa (com 8 caracteres) + Número sequencial gerado automaticamente (com 20 caracteres).  

A entidade é distinguida pelos 8 primeiros caracteres cadastrados no campo Identificador empresa, na tela de Definições do eSocial 

Ainda há muitos assuntos a serem abordados referente a tabela de rubricas. E eu tenho a notícia perfeita para você que quer saber tudo sobre isso.  

Tabela de rubricas vai ser o tema da terceira aula do Workshop eSocial 100% gratuito e 100% online, que vai ocorrer entre os dias 14 e 21 de setembro.  

O evento será ministrado por um especialista na área trabalhista e em eSocial, o Professor Luciano Pimentel, que te explicará absolutamente tudo sobre eSocial. 

Além de tabelas de rubricas, você ainda aprenderá sobre eSocial simplificado, SST no eSocial, folha de pagamento e receberá dicas sobre como dar o próximo passo na carreira.  

As aulas serão liberadas sempre às 9h, e ficarão disponíveis durante toda a semana do Workshop.  

Tirando tudo que eu já mencionei, você ainda garante um CERTIFICADO gratuito de 9h de participação.  

Não perca mais tempo, faltam só 3 dias para o início do evento. Clique aqui e garanta sua vaga.  

Publique seu artigo

Deixe uma resposta