Receba nossas notícias em seu e-mail:

Emissão da DARF na DCTFWeb com os novos prazos

DCTFWeb

Compartilhe essa notícia

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on whatsapp
WhatsApp

ESTÁ SEM TEMPO? BAIXE AQUI O ARTIGO PARA LER DEPOIS

Mais uma vez, o Governo Federal faz uma prorrogação de prazo para o pagamento da parte patronal do INSS e do Imposto de Renda Retido na Fonte. Desta vez, é referente à competência maio/2020. Vamos entender como ficou? Se preferir, assista a live que fizemos no nosso canal do Youtube sobre esse tema.

Novos prazos: pagamento da competência de maio/2020 é prorrogada para novembro/2020

No dia 19 de junho passado foi o prazo de vencimento do INSS, do Imposto de Renda Retido na Fonte e de outros tributos. Somado a isso, também neste mês de junho foi publicada a Portaria nº 245/2020 prorrogando o prazo de vencimento do INSS de algumas rubricas.

E esta Portaria é idêntica à de nº 139/2020 que prorrogou a cota patronal do INSS referente às competências março e abril. Ou seja, antes sempre eram feitos os recolhimentos no dia 20 do mês subsequente.

Mas quando chegou à competência março/2020, o Governo Federal permitiu que as empresas apenas repassassem os descontos feitos dos segurados e a parte de terceiros no prazo regulamentar.

E a parte patronal, que é a devida pela empresa, foi prorrogada par agosto. Isto é, a competência de março referente ao patronal será recolhida apenas no dia 20 agosto de 2020.

DCTFWeb

O que resulta no pagamento da competência março em duas parcelas: uma no dia 20 de abril (que é o mês subsequente) e a outra no dia 20 de agosto.

Lembrando que essa flexibilização de prazos somente ocorreu por conta dos reflexos da pandemia do Coronavírus na economia.

O mesmo ocorreu com a competência de abril/2020, que poderá ser paga uma parte no dia 20 de maio (mês subsequente) e a outra parte no dia 20 de outubro de 2020.

Mas, agora, neste mês de junho, sem aviso prévio, o Governo Federal decidiu e já anunciou também prorrogar a competência referente a maio/2020 mudando os prazos de pagamentos.

Portanto, no dia 19 de junho/2020 as empresas já pagaram a parte retida (dos segurados) e de terceiros, sendo que o pagamento da parte patronal foi prorrogado para o dia 20 de novembro de 2020, quando também será paga a parte patronal referente a outubro de 2020.

Resumindo, na prática, no último dia 19 de junho, as empresas pagaram o DARF Previdenciário com as rubricas das retenções dos segurados empregados e autônomos e ainda as contribuições de terceiros.

Ressaltando, aqui, que nas contribuições de terceiros tem-se a redução das alíquotas de 50% para o Sistema S (Sesi, Senai, Sesc, Senac) como já foi feito na competência abril/2020.  

E a parte patronal irá vencer somente no próximo dia 20 de novembro. Mas, daí, as empresas terão de fazer dois requerimentos de arrecadação: o DARF de outubro que será pago no dia 20 de novembro (de acordo com as regras atuais).

 Portanto, será preciso elaborar um DARF com o P.A. (Período de Apuração) referente a outubro de 2020 e, além deste, as empresas terão de fazer outro DARF referente a maio/2020 também para ser pago no próximo mês de novembro.

Também é importante frisar que ainda se tem o PIS e CONFINS também prorrogados. O PIS que referente a maio/2020 que venceria, agora, em 25 de junho poderá ser pago integralmente até o dia 25 de novembro/2020.

Reforçando que se a empresa quiser, poderá, sim, fazer o pagamento, agora, em junho ou julho e antecipar esses acertos. Mas o vencimento ficou, de fato, para o dia 25 de novembro. A mesma regra e prazos também estão valendo para a COFINS.

Novos prazos: e como fazer se você já transmitiu a DCTFWeb?

DCTFWeb

Esta é uma das questões que mais vem sendo feitas, nas últimas semanas, pelos profissionais de Departamento Pessoal e de Recursos Humanos das empresas.

Mas fique tranquilo! Se a sua empresa já transmitiu a DCTFWeb está tudo certo. Não há mais nada a fazer. O que você transmitiu, está transmitido. Não precisa fazer alterações.

O que será preciso fazer é a reimpressão do DARF. E como você irá imprimir esse documento? Vamos explicar! Preste atenção nessa orientação que é o ‘pulo do gato’, neste caso.

Para que você faça a emissão do DARF com a data em 19 de junho de 2020 bastava clicar em emitir DARF. O sistema emite o documento com o valor integral para que seja pago no dia 19 de junho de 2020.

No entanto, se a empresa deseja aproveitar a condição de prorrogação dada pelo Governo Federal será necessário editar o DARF e deixar como valor a pagar partes referentes aos segurados e aos terceiros. O restante você exclui e já podem imprimir o DARF.

Portanto, acione o Modo de Edição da DCTFWeb. Nele, você irá visualizar os Grupos de Crédito e os Grupos de Débitos com os saldos a pagar. Nessa tela, você irá desmarcar os Grupos Segurados e Terceiros.

 Pronto. Clique e desmarque esses campos, no Modo de Exibição da DCTFWeb, e mande imprimir/emitir DARF que este documento já aparecerá com vencimento em 20 de novembro de 2020.

 Gostou deste artigo? Aproveite e assista a Live completa clicando aqui.

 Então, não deixe de nos acompanhar por aqui, pois trazemos sempre novidades, dicas, tendências e os últimos acontecimentos do segmento. Aproveite também e conheça o site da Nith Treinamentos e todos os nossos cursos online. Siga-nos também no Facebook, no Instagram e se inscreva no canal da Nith Treinamentos, no Youtube

Domine DP e eSocial de maneira definitiva e transforme desafios em oportunidades em 2020! Inscreva-se agora na Primeira Turma do Curso Online Formação de Especialista em DP e Social, Cresça na Carreira e crie Novas Fontes de Renda usando o seu conhecimento. Clique aqui e garanta sua vaga!

Deixe um comentário