Receba nossas notícias em seu e-mail:

Coronavírus: Consultoria é melhor forma de esclarecer todas as dúvidas trabalhistas

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp
consultoria

ESTÁ SEM TEMPO? BAIXE AQUI O ARTIGO PARA LER DEPOIS

Com tantas informações sobre as leis trabalhistas sendo divulgadas a todo instante sabemos o quanto é difícil para os profissionais de Departamento Pessoal tomarem conhecimento de tudo e esclarecerem suas principais dúvidas.

consultoria trabalhista

Desde a publicação do Decreto Federal que instituiu o estado de calamidade pública no Brasil por conta da pandemia do Coronavírus estão sendo muitas as regras, prazos e leis trabalhistas que sofrem flexibilização.

E tomar uma decisão que seja a mais acertada possível tornou-se um dos desafios constantes do Departamento Pessoal de várias empresas. Portanto, a Nith Treinamentos vai ajudar você a esclarecer dúvidas e entender um pouco melhor todas essas mudanças nas regras trabalhistas.

Vamos juntos acompanhar esse artigo, então?

Tira dúvidas: do arquivo rejeitado ao acordo individual

Uma das primeiras regras que devemos entender é que cada caso é um caso e, muitas vezes, não é viável e nem possível aplicar parte da lei naquela determinada situação.

É preciso conhecer toda a legislação para identificar qual a melhor maneira de aplicar prazos e regras da forma correta e mais eficiente. Outra dica, neste momento, é ter paciência ao enviar os arquivos.

Muitos arquivos estão sendo rejeitados, geralmente, por duas razões: o sistema da operacionalização fica sobrecarregado, como o Empregador Web, que protagoniza muita instabilidade nos servidores da plataforma Web.

E também o erro na informação dos dados na hora de preencher os formulários. Com o aumento no volume de trabalho, nas últimas semanas, é comum que ocorram erros que resultem na rejeição do arquivo.

Ou seja, mesmo no meio de toda essa correria é importante e muito necessário que os profissionais do Departamento Pessoal trabalhem com mais atenção ainda a fim de evitarem a rejeição dos arquivos!

Ressaltados estes dois pontos é válido frisar ainda que as empresas podem fazer, sim, o acordo individual com o trabalhador para redução de salários ou suspensão do contrato de trabalho.

consultoria

Mas será obrigatório comunicar o sindicato da categoria sobre esse acordo aceito e assinado pelo empregado. O sindicato terá quatro dias para avaliar o acordo feito e se manifestar.

Caso silencie, a empresa terá de comunicar a Federação da categoria, que também terá quatro dias para se manifestar sobre o acordo feito entre empregado e empregador.

Se ela também não se manifestar, a empresa terá de cumprir a última etapa do protocolo que é comunicar sobre a decisão de redução salarial ou suspensão do contrato de trabalho à Confederação da categoria.

Todos estes trâmites são necessários porque a Constituição Federal de 1988 determina que a redução salarial somente seja permitida e considerada legalizada se tiver o aval do sindicato concordando com a decisão.

Ainda é bom destacar que as empresas que tenham funcionários com mais de 60 anos devem ficar atentas e agir com cautela, já que os empregados nesta faixa etária e acima dela pertencem ao grupo de risco para a COVID-19.

Por isso, é válido avaliar com critérios os riscos da atividade desempenhada e o grau de exposição ao Coronavírus e como cada empresa poderá atuar buscando a prevenção do empregador, neste momento, diante das chances de ser contaminado pelo vírus.

Lei Trabalhista: esclareça e reforce algumas das flexibilizações

E, por falar em redução salarial, é bom que fique claro que nenhum trabalhador pode ter o salário reduzido para menos de um salário mínimo, o que equivale a R$ 1.045,00.

Inclusive, quem tiver o salário reduzido e for receber o seguro desemprego a soma dos dois valores não poderá ser inferior ao salário mínimo.

E se um funcionário já estiver em casa há vários dias. Essa ausência poderá, sim, ser considerada como licença remunerada. Basta comunicar essa decisão ao trabalhador e pagá-lo com todos os valores referentes a este tipo de licença.

Se, por ventura, o funcionário ficar mais de 30 dias em licença remunerada, dentro do período aquisitivo de férias, esse trabalhador perde o direito de férias.

Mas é importante que todos estes trâmites fiquem documentados mesmo que seja por meio de e-mails que tenham sido encaminhados pela empresa/empregador ao funcionário.

E o menor aprendiz? Ele também pode ser suspenso, conforme determina a Medida Provisória 936/2020. Isso porque, o menor aprendiz também tem carteira assinada.

A diferença é que existe outra modalidade de contrato com regras específicas que configuram contrato a prazo determinado, atendendo exclusivamente aos menores aprendizes.

consultoria

Um dos cuidados que as empresas precisam ter é de se comunicarem com seus empregados, principalmente explicando sobre a saúde financeira da empresa.

Até porque, ao sugerir a suspensão do contrato de trabalho, o empregador precisa ter a concordância do empregado e este, por sua vez, precisa entender os fatos e saber corretamente sobre o fôlego financeiro que a empresa tem.

Gostou destes esclarecimentos que trouxemos nesse artigo? Ainda temos muito mais para explicar a você sobre este assunto. Assista a LIVE que disponibilizamos no nosso canal do YouTube e fique bem informado!

Aproveite e conheça o site da Nith Treinamentos e todos os cursos online que ela oferece para quem quer aprender e tornar-se um profissional de destaque no setor no qual atua.

Fique atento também às nossas redes sociais, pois trazemos sempre novidades sobre o que está acontecendo neste período de calamidade pública no nosso país.

Siga-nos no Facebook e no Instagram e aproveite para acessar o site da Nith Treinamentos e confira todos os nossos cursos online, que já estão disponíveis.

Receba consultoria de DP e eSocial de forma totalmente gratuita até o dia 30 de abril.

Além da consultoria gratuita, aproveite a oferta de lançamento da Consultoria Online em DP e eSocial que será divulgada no dia 23 de abril.

Faça parte do Grupo Telegram  https://bit.ly/consultoriaDPeSocialGratuita

Não sabe como instalar o telegram?

Aprenda neste vídeo  https://youtu.be/BfGKoGHIAQ8

Aplicativo para Google Play  https://bit.ly/googleplay-telegram

Aplicativo para Apple Store  https://bit.ly/applestore-telegram

 

Deixe um comentário