O terceiro passo da Jornada DP do Zero 100% gratuita e online vai ser liberado amanhã (08/10) 

Os profissionais de Departamento Pessoal têm que se acostumar a uma tarefa bem delicada que faz parte do dia a dia do cargo, que é efetuar a rescisão de contrato. 

Nem sempre essa é uma situação tensa, mas como se trata de uma interrupção do vínculo empregatício, é comum que haja algum desconforto por parte dos profissionais.   

O fato de que a maioria dos trabalhadores da área ainda tem dúvida sobre assunto acaba por dificultar ainda mais o processo de quebra de contrato.  

O Professor Luciano Pimentel sabe bem o que é ter que passar por esses impasses, por isso, no Passo 3 da Jornada DP do Zero, ele estará abordando os maiores desafios em fazer a rescisão de contrato.  

nithflix

Se você ainda não está inscrito, clique aqui para não perder mais nada.  

Para o especialista na área trabalhista, os desafios na hora da rescisão ocorrem principalmente porque os profissionais de DP têm dificuldade em acompanhar as mudanças constantes. 

nithflix

O não acompanhamento das oscilações no mundo trabalhista resulta em questionamentos e erros na hora de:  

  • Realizar a Homologação trabalhista, que é exigida por lei e visa proteger o trabalhador de erros acidentais;  
  • Liberar o FGTS;  
  • Entregar o Perfil Profissiográfico Previdenciário (PPP), que é algo que muitas empresas ignoram. 

Esses pontos demandam muita atenção e estudo por parte do profissional, e serão discutidos no terceiro passo da Jornada.  

Lembrando que a rescisão pode ser decisão do empregador ou do colaborador. E cada situação requer a tomada de ações específicas.  

A rescisão que ocorre por vontade do empregador pode ser dividida em: Demissão sem justa causa e demissão por justa causa.  

Clique na imagem ou aqui para se inscrever 

 

A demissão sem justa causa é quando o funcionário é demitido por alguma decisão pessoal da empresa, isso é, que não houve nenhuma infração legal.  

Nesse caso a entidade deve pagar todas as integralidades das verbas rescisórias, tais como aviso prévio, décimo terceiro salário, saldo de salário, entre ouros.  

A demissão com justa causa acontece quando o funcionário descumpre deveres previstos em lei ou em contrato. 

Caso for destituído com justa causa, o funcionário só tem direito ao saldo de salários e  valor referente a férias vencidas (com acréscimo de 1/3).  

Quando o empregado solicita deixar seu cargo, ele perde o direito as verbas oriundas da rescisão. Assim ele só recebe o décimo terceiro salário, saldo salário, férias vencidas e proporcionais.  

No pedido de demissão, assim como no caso da demissão por justa causa, o empregado não tem direito ao seguro-desemprego nem ao saque do FGTS. 

Esse é dos muitos conhecimentos que precisa ser dominado pelo profissional de DP.  

Se você quer iniciar nessa carreira saiba que estamos com você e participar da Jornada DP Zero 100% online e gratuita é primeiro passo que você deve dar.  

Temos uma programação cheia de conteúdo relevante para aqueles que não se cansam de evoluir.  

Confira a programação:  

Passo 1 (06/10) às 09h: 3 Principais erros na Admissão do empregado
Passo 2 (07/10) às 09h: O que não te falaram sobre as férias
Passo 3 (08/10) às 09h: O maior desafio em fazer a rescisão do contrato
Passo 4 (09/10) às 09h: Desbravando a folha de pagamento
Passo 5 (10/10) às 09h: Encargos sociais e trabalhistas- Quanto um empregado vale?
Passo 6 (11/10) às 09h: Conhecendo a CTPS Digital – Ponto a ponto
Passo 7 (12/10) às 09h: eSocial– A era digital chegou
Passo 8 (13/10) às 09h: Resumão + Próximo passo da Jornada 

Vai ser uma semana bem intensa. Clique no link abaixo para fazer sua inscrição e participar dessa jornada transformadora.  

Clique aqui e inscreva-se.  

Publique seu artigo

Deixe uma resposta