ESTÁ SEM TEMPO? BAIXE AQUI O ARTIGO PARA VER DEPOIS

Os termos contábeis fazem parte do dia a dia de quem trabalha com setores de contabilidade e, às vezes, até financeiros. Saber identificá-los e entender todos esses jargões fará muita diferença na sua carreira profissional na área contábil.

Nesse artigo, trazemos 15 termos contábeis muito utilizados pelos contadores para enriquecer seu vocabulário profissional e ampliar seus conhecimentos técnicos.

Então, acompanhe com a gente…

  1. Balanço patrimonial

Toda empresa ou organização tem seu patrimônio. O balanço patrimonial vai evidenciar em detalhes qual é a quantidade desse patrimônio e a qualidade na qual ele se encontra? É um patrimônio passivo, ativo ou é líquido? É um dos termos contábeis mais conhecidos entre os contadores.

  1. Ativos

Qual contador está livre desse termo? Praticamente, nenhum! O ativo é muito utilizado no cotidiano de trabalho do contador. O ativo refere-se a todo patrimônio da empresa, desde bens até de direito.

nithflix nith

Essa soma divide-se em circulante e não circulante, sendo que o primeiro é de curto prazo e o não circulante, de longo prazo. Geralmente, o ativo que aparece no saldo da conta é devedor.

termos contábeis

nithflix
  1. Capital social

É mais um dos termos contábeis bem conhecidos dos profissionais que atuam nesse segmento. O capital social trata-se da quantia financeira que cada sócio investe na empresa.

Para evitar problemas e impasses, esse valor de capital social fica registrado em contrato e serve para representar a participação de cada um, inclusive de acionistas.  

  1.     Amortização

Vamos supor que houve um acordo entre credores e devedores e, a partir de agora, o pagamento da dívida será feito gradualmente. Periodicamente, num prazo estipulado por ambas as partes, haverá a redução gradual no valor total de dívida.

É muito comum escutar esse termo contábil – amortização – quando há empréstimos bancários, financiamentos imobiliários. Nestes casos, é comum quem está pagando o valor mensal do financiamento querer amortizar o valor total da dívida.

  1. Depreciação

Sabe aquele carro que é da empresa? Utilizado por um setor específico? Pois é. Esse carro, por exemplo, é um bem físico que consta do ativo permanente da empresa, mas sofre depreciação por causa do desgaste.

Essa depreciação também precisa ser lançada numa conta que mostra a diminuição do valor desse carro. Esse valor corresponde a depreciação desse bem físico da empresa.

auxiliar fiscal.jpg 3

  1. Fato contábil

Dentre os termos contábeis este é um dos mais falados entre os contadores. É que o fato contábil pode causar alterações de resultados na empresa ou de seu patrimônio.

É bom ressaltar que o fato contábil tem três classificações: permutativo, modificativo e misto. O permutativo é quando algo acontece na empresa e muda o patrimônio líquido dela podendo alterar também outros elementos patrimoniais.

Já o fato contábil modificativo é quando ocorre uma situação que altera o patrimônio líquido tanto trazendo acréscimos ou reduções do patrimônio líquido. O fato contábil misto é a combinação dos dois, podendo aumentar ou diminuir o patrimônio líquido da empresa.

  1. Demonstração de resultados

Os termos contábeis, às vezes, se explicam pelo próprio nome. É o caso da demonstração de resultados que nada mais é que a comparação entre as contas a fim de identificar os números que apontam lucro ou prejuízo naquele ano.

Ou seja, a demonstração de resultados confronta receitas, despesas e custos apurados para saber, por fim, qual é o resultado líquido daquele período: houve prejuízos ou lucros?

  1. EBITDA  

Mais do que um termo contábil, o EBITDA é um indicador financeiro que aponta a geração operacional de caixa. O EBTIDA significa Earnings Before Interest Taxes, Depreciation and Amortization.

Em português significa LAJIDA – Lucro Antes de Juros, Impostos, Depreciação e Amortização. Esse indicador financeiro é mais utilizado pelas empresas de capital aberto e também pelos analistas do mercado financeiro.  

  1. Passivo

Este é um dos mais recorrentes termos contábeis. O passivo nada mais é do que as obrigações que a empresa tem para com seus sócios e acionistas. E o passivo funciona igual ao ativo com as três qualificações: circulante, não circulante e patrimônio líquido.

O circulante abrange somente as obrigações que precisam ser pagas e cumpridas no próximo ano. O não circulante é aquele é composto por dívidas que vão vencer somente após o ano seguinte.

E o patrimônio líquido é todo valor aplicado pelos proprietários da empresa, que pode ser dividido em capital social, lucros ou prejuízos, reservas de avaliação e de capital também.

termos contábéis

  1. Margem de contribuição

 Imagine que você vendeu um serviço ou produto. Agora, retire dessa venda todos os gastos variáveis. O dinheiro que sobrou dessa venda é a margem de contribuição da empresa.

Esse termo contábil é usado especificamente na contabilidade de custos como uma medida de confronto contra os custos fixos.

  1.   Regime de caixa

Os termos contábeis também são usados pelo setor financeiro e, neste caso, o regime de caixa é um termo muito usado por esse setor. A partir do regime de caixa, apuram-se as receitas e despesas feitas naquele momento.

O setor financeiro não considera, portanto, o período em que os pagamentos ou recebimentos foram feitos.

  1. Regime de competência

Neste regime contábil, as receitas e despesas registradas pela empresa são, sim, levadas em consideração e apuradas no exato momento em que é feito o fato gerador.

  1. Perda

Se for causada por um fator externo, essa perda vai significar despesa. A perda somente vai se transformar em custos, se ela for justificada pela consumação da matéria-prima trabalhada.

De qualquer forma, os contadores consideram que as perdas representam um consumo anormal pela empresa.

  1. Taxa Mínima de Atratividade (TMA)

Esse é um dos termos contábeis que os investidores mais gostam de dizer. É que a TMA mostra qual será o retorno financeiro de um projeto. Ou seja, qual será o valor mínimo que o investidor pode esperar ter de volta.

Essa Taxa Mínima de Atratividade é composta por juros de diferentes variáveis, como o custo de oportunidade e liquidez.  

  1.   Taxa Interna de Retorno (TIR)

Você já parou para pensar como saber se o investimento realizado vai dar um retorno viável para a empresa? Pois é justamente a TIR (Taxa Interna de Retorno) que vai mostrar esse resultado.

A TIR é um indicador financeiro que busca identificar qual a taxa de desconto exata que o caixa precisa ter para que o VPL (Valor Presente Líquido) seja igual a zero.

Conseguiu entender um pouco mais sobre os principais termos contábeis que você precisa saber para indicar ao seu cliente o melhor caminho?

Gostou desse artigo? Fique ligado porque vamos trazer muito mais informações como essas, interessantes e importantes, para você! 

Conheça os cursos da Nith na área para a área Contábil.

Publique seu artigo

Alessandra Farias

Copywriter na Nith Treinamentos.

Deixe uma resposta

Fechar Menu